II crônicas 7.14

"Se o meu povo que se chama pelo meu nome se humilhar, e orar, e me buscar e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra" (II crônicas 7.14)

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Batalha Espiritual 2013

A paz galerinha!!

Inimigos Espirituais, Armas espirituais



Há alguns anos o Senhor nos deu a direção para separar um tempo exclusivo para oração, onde paramos as atividades corriqueiras da nossa igreja e nos dedicamos apenas para intercessão. Sabemos que não há vitória sem luta, não há conquista sem batalha, e é sabido também que a nossa guerra não é contra pessoas ou sistemas humanos, porém contra principados e potestades, contra os dominadores desse mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestes! Inimigos espirituais, armas espirituais! A oração é a chave que abre as comportas do céu, é ao som do clamor que Deus envia socorro! Por isso o inimigo tenta de todas as formas limitar o nosso tempo de oração, ele está ao nosso derredor tentando encontrar uma brecha para nos enfraquecer, todavia, a oração nos fortalece e nos faz caminhar altaneiramente, confiantes de que nenhuma praga chegará a nossa tenda, declarando que em Jesus somos mais que vencedores! Esse é o poder da oração: Nos deixar prontos para guerrear. Mas quando desprezamos esse tempo precioso de diálogo íntimo com o Senhor, nos tornamos presas fáceis para o diabo, e como um leão pronto para devorar ele ataca sem piedade, e como toda sua astúcia e sagacidade ele ataca primordialmente a mente, pois é lá que consta todas as nossas emoções, memórias, moralidade, pensamentos... é no campo da mente que satanás se diverte, deturpando certezas, disseminando mentiras e nos distraindo, começamos a dar ouvido a sua voz e desprezamos a de Deus, pecamos e nos afastamos do Pai, o caminho que percorremos é tão distante do Senhor que o inimigo nos faz acreditar que não há como voltar e entramos em desespero. A aflição e a angústia tomam conta da nossa alma e nos sentimos traidores e sem merecimento do amor de Deus! Mas essa situação já foi vivida por alguém na bíblia: O filho pródigo! E assim como ele você pode reconhecer que errou, voltar para a casa do Pai, descansar em seu colo e sem ressentimento viver plenamente no Senhor. Pois é meu irmão, a maior luta que pode acontecer nesse período de batalha espiritual é dentro de você! Não permita que o inimigo te leve para longe e te faça se alimentar da comida dos porcos, no entanto, alicerce sua fé na palavra, respalde sua vida em oração e santifique-se. Buscai-O enquanto se possa achar! Só o amor de Deus é incondicional, as vitórias são condicionais! Requer de nós uma postura diferente, uma posição de soldado, dispondo-se a obedecer o grande General. Adentremos em mais uma batalha e vamos romper! Maior é o que está em nós! Reajuste suas armaduras e no poder da oração vamos triunfar.




No amor de Cristo,
Rafly Walone

0 comentários:

Postar um comentário